Pensa numa vila rústica e charmosa em uma praia perfeita. Pensou? Bem-vindo à Guarda do Embaú! Essa é uma das maravilhas do litoral catarinense, entre Floripa, Bombinhas, praia do Rosa e outras. Pertencente ao município de Palhoça, a Guarda fica a 50 km de Floripa sentido sul do estado.

Vilinha da Guarda do Embaú

Este é o rio da Madre

Conhecido reduto de surfistas por suas boas ondas, a Guarda do Embaú reserva também ótimas caminhadas, mirantes e piscinas naturais, além de ser considerada uma das 10 praias mais belas do Brasil. Fora isso, a diversão à noite é garantida com seus bares, restaurantes e lojinhas de artesanato.

Trilha do lado esquerdo do rio da Madre

É bem sinalizado!

A época do ano para visitar? É praia! Bora no verão! Mas evite períodos como Ano Novo e Carnaval, as estradas de Santa Catarina costumam acumular muito trânsito nessas épocas. Eu fui num feriado em novembro, e fiz um corridão, visitei em 4 dias inteiros:

– 1 dia na Guarda do Embaú

– 1 dia na Praia do Rosa

– 1 dia em Bombinhas

– 1 dia em Balneário Camboriú

Encontro do rio da Madre com o mar

Mirante da Pedra do Urubu (e a foto que abre o post também!)

É suficiente? Faltaram algumas coisas para conhecer. E foi um corridão, não tive muito tempo para ficar curtindo praia. Mas para esta pessoa hiperativa aqui foi ótimo! Neste relato descreverei os dois primeiros dias, Guarda do Embaú e Praia do Rosa. E em outro ficam Bombinhas e Balneário Camboriú.

Outro lado do mirante da Pedra do Urubu

Zoom na praia da Guarda!

Ou seja, se você quiser, é possível passar um fim de semana somente na Guarda, ou então fazer só Guarda e Praia do Rosa se só tiver esses poucos dias.

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira

Para chegar à Guarda, se você for de algum estado longínquo, precisará pegar um voo para Florianópolis. De lá poderá seguir para a Guarda ou alugando um carro, opção que fiz, ou pegando um ônibus para a Praia da Pinheira com a Jotur ou a Santo Anjo.

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira

Cheguei na Guarda e, após deixar as coisas em minha hospedagem, fui a pé para a praia. A Praia da Guarda é dividida da vilinha pelo rio da Madre. Essa praia parece ótima para curtir o dia e tem uma boa extensão para andar. Porém, para acessá-la você precisa atravessar o rio, a pé se a maré estiver baixa e de barquinho se estiver alta. No local há vários barqueiros que cobram R$ 3,00 para atravessar.

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: a vila da Guarda tá lá longe!

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: Guarda ao fundo

Como fui direto para as trilhas, não precisei atravessar o rio, mas sim, margeei pelo canto esquerdo. Desse modo, se prosseguir, você passará pela praia do Evori. Porém, minha primeira trilha foi para a Pedra do Urubu.

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: Prainha ao fundo

Essa é a Prainha

A Pedra do Urubu é um belíssimo mirante com uma incrível vista! Seguindo por essa trilha que mencionei, margeando o lado esquerdo do rio, você encontrará uma bifurcação à esquerda (há uma placa indicando). Pegue-a, depois mantenha sempre à direita. (Como toda trilha, indico sempre ir de tênis.) O começo da trilha é mais suave, depois, mais para o final, a subida fica mais íngreme. São uns 25 minutos de trilha mais ou menos. Apesar desse esforço final da subida, achei a caminhada relativamente tranquila. Chegando lá me emocionei com a lindíssima vista!

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: essa área é mais rural

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: trilha demarcada, passe pela porteira

Após descer pelo mesmo caminho que vim, fui fazer a segunda caminhada mais esperada da região, a trilha da praia da Guarda do Embaú até a praia da Pinheira. Seria na direção que prosseguiria se não tivesse pegado o desvio à esquerda para o mirante da Pedra do Urubu. Há uma placa indicando Prainha. São mais ou menos 7 km de caminhada, mas achei tranquilo. Só havia um trecho com pedras para subir, mas foi bem fácil.

Trilha da Guarda até a praia da Pinheira: siga o caminho

Praia do Maço, no vale da Utopia

Antes de continuar, veja a seguir o mapa dessa trilha. Eu não atravessei o rio, como mostrado nesse mapa. Em vez disso, segui margeando perto do ponto azul que está fora da rota. O ponto azul fora da orla é a Pedra do Urubu.

Clique para aumentar. Mapa da trilha da Guarda do Embaú até a praia da Pinheira. Fonte: http://pousadaraizesdaguarda.com.br/website/trilhas-na-guarda-do-embau/

Praia do Maço, no vale da Utopia

Praia do Maço, no vale da Utopia

Você passará por lindas paisagens. A primeira praia que encontrará será a Prainha. Muita gente pega esse caminho só para ir até ela, e volta por onde veio. Continuando você passará por belos costões rochosos muito bons para apreciar e fotografar. Nesse trecho, a área parece ficar um pouco mais rural, e é possível encontrar vacas pelo caminho. Siga pela porteira que está lá para as vacas não passarem e verá que a trilha está demarcada pelo trecho mais gasto do gramado.

Trilha da praia do Rosa até a Praia Vermelha

Trilha da praia do Rosa até a Praia Vermelha

Trilha da praia do Rosa até a Praia Vermelha: praia do Rosa ao fundo

Continuando, você chegará num local extremamente bonito: o Vale da Utopia, que abriga a linda Praia do Maço. Essa região é um reduto de hippies, mas quando passei não havia ninguém. Após comprar algo para beber no Bar da Praia do Maço, segui pela trilha até a Praia de Cima. Parece que nessa região há algumas piscinas naturais formadas pelas pedras que dizem ser muito boas para banho. Continuando, finalmente alcancei a Praia da Pinheira.

Trilha da praia do Rosa até a Praia Vermelha: chegando na Praia Vermelha

Saindo da Rosa Sul sentido praia do Luz

Essa parte já é urbana, e de lá, não precisei voltar para a Guarda pelo caminho que vim, mas voltei pela cidade. Esse trecho entre as ruas da cidade até a Guarda é bem menor que a trilha pela praia, são só 2 km, por isso cheguei de volta bem rápido (claro que essa distância depende do quanto você andar pela praia). Quem estiver hospedado na Praia da Pinheira pode fazer esse percurso todo que fiz ao contrário. Não se esqueça, para esse trajeto, de levar água, protetor solar e um lanchinho.

Saindo da Rosa Sul sentido praia do Luz: vista de cima do costão direito

Saindo da Rosa Sul sentido praia do Luz: praia do Rosa ao longe

Praia do Luz

No outro dia peguei o carro e fui até a praia do Rosa, no município de Imbituba, cerca de 30 km sentido sul do estado a partir da Guarda. Chegando lá minha primeira caminhada foi para o lado esquerdo da praia (via Rosa Norte). Lá há uma trilha bem fácil por cima de passarelas que leva até a Praia Vermelha, e se quiser pode continuar também até a praia do Ouvidor.

Lagoa de Ibiraquera

Praia do Luz

Depois retornei por onde vim e fui explorar o lado direito da praia do Rosa (seria Rosa Sul). Achei a vista desse lado mais bonita, conforme subia no costão os ângulos variavam, até eu encontrar o ponto perfeito para fotos. Continuando a caminhada, saí na praia do Luz, onde havia muitos praticantes de kitesurf, e seguindo mais um pouco saí na lagoa de Ibiraquera, onde havia várias pessoas curtindo a água. Aparentemente, essa lagoa é muito grande e eu poderia ter explorado mais o local.

Vista da Praia do Rosa de cima do costão direito

Vista da Praia do Rosa de cima do costão direito

Praia do Rosa

Depois retornei por onde vim, e segui para a região central da Praia do Rosa, onde está a Lagoa do Meio, também muito agradável para nadar. Para se localizar melhor, veja o mapa a seguir. Dizem que nessa região, nos meses de julho a novembro, é possível avistar baleias franca. Faltou conhecer a Praia da Ferrugem, que dizem ser muito bela. As caminhadas pela praia do Rosa oferecem belos mirantes e são bem agradáveis para quem gosta desse tipo de passeio, se não, a praia e a lagoa do Meio servem muito bem para passar o dia.

Clique para aumentar. Mapa da região da Praia do Rosa. Fonte: http://www.cabanasuhuru.com.br/imagens/mapa.jpg

Praia do Rosa

Lagoa do Meio, na praia do Rosa

Tanto na Guarda do Embaú quanto na Praia do Rosa achei tranquilo caminhar sozinha, e encontrei outros turistas passeando por essas trilhas. Esses dois destinos são encantadores e, independente do seu estilo de viagem, são locais que agradam a todos que visitam.

Tchau, praia do Rosa!